Práticas gerenciais: análise dos custos e formação de preço no arranjo produtivo local de confecções – PE

  • Juliana Gonçalves Araujo Universidade Federal de Pernambuco-UFPE
  • Umbelina Cravo Teixeira Lagioia Universidade Federal de Pernambuco-UFPE
  • João Gabriel Nascimento Araújo Universidade Federal de Pernambuco-UFPE
  • Rodrigo Vicente Prazeres Universidade Federal de Pernambuco-UFPE
  • Tiago Moura Soeiro Universidade Federal de Pernambuco-UFPE
Palavras-chave: Arranjo Produtivo Local, Práticas Gerenciais, Tomada de Decisão

Resumo

O objetivo deste estudo é de verificar o nível de utilização das práticas relacionadas à gestão de custos e formação de preço pelos gestores do Arranjo Produtivo Local (APL) de confecções de Pernambuco. A amostra foi composta por 52 empresas, e os resultados apontam uma tendência ainda insatisfatória dos procedimentos de gestão de custos, visto que a minoria utiliza da totalidade das ferramentas e as que adotam o fazem de maneira informal. As associações significativas encontradas entre as variáveis de análise foram relativas a não negociação de preço daqueles respondentes que afirmaram adotar estratégia de diferenciação (maior qualidade), e a utilização de métodos de custeio por aqueles respondentes que não adotam a estratégia de baixo custo. Verificou-se que aqueles que utilizam quaisquer modalidades de custeio tendem a não adotar estratégias de baixo custo, preferindo não abrir mão da qualidade do produto para obter uma diminuição dos custos.

Publicado
2018-01-26